terça-feira, março 22, 2005

"Estudo britânico conclui que OGM são nocivos para o ambiente



Um estudo encomendado pela comissão científica do Ministério do Ambiente do Reino Unido conclui que os Organismos Geneticamente Modificados (OGM) são prejudiciais para a fauna e flora. Os autores do documento afirmam que os pássaros e os insectos preferem as culturas normais às transgénicas.

Ao longo de quatro anos, os autores do estudo compararam campos de culturas OGM de colza com campos tradicionais e constataram que nos primeiros havia menos sementes, abelhas e borboletas.

As sementes de colza (como muitos outros OGM) estão concebidas para resistir aos herbicidas. Contudo - assinalam os cientistas - as sementes de colza não repeliram o crescimento de ervas daninhas e forçaram os agricultores a utilizar produtos mais fortes para combater as parasitas. As ervas daninhas cresceram em igual número em ambas as plantações, mas na de colza havia menos ervas daninhas de folha larga, cuja escassez resultou no aparecimento de cada vez menos insectos, refere o relatório

Para as associações ecologistas, os resultados deste estudo provam que os OGM são nocivos para o ambiente e que deveriam ser proibidos no Reino Unido, onde a maioria da opinião pública os rejeita.

O secretário de Estado do Ambiente britânico, Elliot Morley, disse que este é o estudo "mais importante até agora realizado no mundo" e reiterou a conduta do Governo britânico nestas questões: analisar caso a caso os pedidos de autorização de culturas OGM.

A Comissão Europeia deverá aprovar hoje um documento de orientação sobre esta matéria no qual constata o "número crescente" de regiões da Europa que anunciaram a intenção de recusar culturas de OGM nos seus territórios.

Num comunicado comum, divulgado ontem em Bruxelas, várias organizações não-governamentais, entre as quais a Greenpeace, congratularam-se com o facto de a Comissão Europeia "reconhecer a exigência crescente de zonas sem OGM na Europa", mas lamenta que prossiga com o processo de autorização de novos OGM."

Agência Lusa

Acho que só o facto de serem feitos estudos já é positivo. Desde que as opiniões não se baseiem em conservadorismos bacocos e ignorância mas sim em factos, fine by me!

Sem comentários:

Enviar um comentário