sexta-feira, agosto 12, 2005

Ferro Rodrigues vai para embaixador na OCDE

6 comentários:

  1. Lol...tive de por esta no meu blog...respeitando obviamente os direitos de autor! ;)

    ResponderEliminar
  2. Ora essa... Bem sabes que estás à vontade.

    E já agora, um bem haja pá terra das tulipas

    ResponderEliminar
  3. Em defesa da crítica fundamentada...1:38 da tarde

    Numa pesquisa básica no Google podemos obter:

    1-"A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico (OCDE) sucedeu à Organização Europeia de Cooperação Económica, que foi criada para administrar a ajuda dos Estados Unidos e do Canadá, no quadro do Plano Marshall, ao processo de reconstrução europeia que se seguiu à 2ª Guerra Mundial. Desde que iniciou a sua actividade, em 1961, a OCDE, que conta hoje com 30 países membros (entre os quais Portugal), tem por missão reforçar a economia dos países membros, melhorar a sua eficácia, promover a economia de mercado, desenvolver um sistema de trocas livres e contribuir para o desenvolvimento e industrialização dos países."

    2-"O cargo, tradicionalmente um posto de nomeação política, era até agora ocupado por Basílio Horta, designado pelo governo PSD-CDS."


    3-"Eduardo Ferro Rodrigues concluiu os estudos no Liceu Francês e, mais tarde, matriculou-se no Instituto de Ciências Económicas e Financeiras (actual ISEG). Mais tarde, integrou a direcção da associação de estudantes do ISCEF, num período em que a contestação ao regime ditatorial e à guerra colonial alastrava nas universidades e no país.
    O cidadão Ferro Rodrigues, casado, pai de dois filhos, começa a carreira como professor universitário e, algum tempo depois, como técnico superior no GEBEI, onde aprofunda o estudo sobre a realidade económica e social do País."

    E agora eu... sendo este um orgão em que Portugal tem assento, sendo este um lugar de confiança política e, tendo o indíviduo em causa a formação académica relacionada com as funções a desempenhar e, mais importante que tudo, tendo este senhor um historial de luta e de acção pelo país (de pre e pos 25 de Abril)pergunto eu... Para quê meter tudo no mesmo tacho?

    Criticar é fácil... Antes de escrever algo é preciso (reflectir pelo menos) investigar sobre o que "bitaitamos" do lado de lá da bancada...

    Fico escandalizado como é tão simples cair na análise destrutiva, ficando tudo feito a opiniões e frases feitas, ou seja, cair naquele movimento sem espírito crítico mas com o de imitação.

    ResponderEliminar
  4. Caro Em defesa da crítica fundamentada,

    1- Primeiro de tudo, que lhe dizer que me sinto lisonjeado pelo tempo que dispendeu a redigir o seu comentário.

    2- Só para sua informação, eu votei no partido que gentilmente nomeou o Sr. Ferro Rodrigues para embaixador de Portugal na OCDE.

    3- Ao contrário de muita gente, penso pela minha cabeça. Não me sinto na obrigação de pactuar com tudo aquilo que as pessoas que eu escolhi fazem. Para que fique bem claro, volto a afirmar que, na minha humilde opinião, se trata de um tacho.

    4- Não acredito que os problemas do nosso país possam ser resolvidos pelo excelentíssimo embaixador de Portugal na OCDE.

    5- Por muito trabalhoso que o cargo possa ser, não me parece que j5ustifique os 9 mil euros que o senhor vai auferir.

    6- Não vejo em que é que o facto de o senhor em causa, ter um historial de luta contra o regime ditatorial o torne mais capaz de desempenhar a função para a qual foi nomeado.

    7- Não lhe admito que insinue que eu escreva sem reflectir. Apenas expressei a minha opinião.

    8- Se me permite uma pergunta pessoal: Qual é o seu número de militante?

    ResponderEliminar
  5. Ainda em torno do discurso construtivo4:09 da manhã

    Respondendo apenas ao ponto 8... Votei MRPP nas últimas eleições! ;) Verdade verdadeira!

    ResponderEliminar
  6. Oh Vasco...mais vale assinar! Não toleramos comentários anónimos no blog. Mas como já sabemos quem é tá-se bem. Da próxima vez não custa nada por o nome!

    Prá malta: É um man da Póvoa que anda numa cruzada contra os blogs de mal dizer!

    Pró Diogo: O ponto 7 é infelizmente um mau hábito dele. Peço desculpa visto que sou um intermediário.

    ResponderEliminar