quarta-feira, outubro 17, 2007

Mais uma em grande.

[...]
"Im unclean, a libertine
And every time you vent your spleen,
I seem to lose the power of speech,
Your slipping slowly from my reach.
You grow me like an evergreen,
You never see the lonely me at all"



Excelente. Já não ouvia isto há anos...

1 comentário:

  1. Bom... isto faz-me lembrar a cozinha da antiga boca e a playstation do quilas... :)

    ResponderEliminar