quinta-feira, outubro 11, 2007

Os Radiohead disponibilizaram o seu novo álbum "In Rainbows" na net para a malta fazer download. Quem quiser fazer o download ou não paga nada ou paga o que achar melhor. Eventualmente haverá também disponível uma discbox (60 euros) que contém dois cd, dois vinis e artwork e que dará igualmente acesso ao download do álbum do site. Pensa-se que isto faz parte de uma estratégia em que a banda dará mais concertos e em que o preço dos bilhetes também subirá. Há quem diga que foi o golpe final na indústria discográfica tal como a conhecemos. Há um artigo muito interessante no Público sobre isto. Se o caminho da indústria for este acho muito bem. Aliás, este é um caminho que eu já defendia há muito tempo. Já fui ao site encomendar o download. Dei-lhes 2 libras pelo álbum. No total foram 2,45 libras com os gastos do cartão de crédito. Admirável mundo novo...

1 comentário:

  1. ...
    o Público e bla bla bla tretas; o Prince, aquele pequeno anão de ébano foi o primeiro a fazer algo do género este ano, melhor o dele era mesmo grátis; chuparam-te 0.45 cents de taxas... tá caro isso tá! - Este é apenas um dos caminhos, embora lembre o pedinhar de esmolas à porta da igreja, assim ao de leve -"ah Somos nós e tal, é 0.99 mas podem dar o que quiserem..." - Sim, não é no preço dos concertos que eles vão buscar o guito, a inocência aparente não está lá, notícias dessas desviam as atenções para isso mas o facto é que as editoras deixaram de mamar à custa dos músicos com isto, por outro lado, há as protecções de direitos, que são uma grande treta nisto tudo, é muita gente a mamar à custa dos artistas, esse que mal vêm guito do verdadeiro valor que o público final paga.
    Acho bem cobrarem o albúm na net, sem a mamas das editoras.
    Haviam de acabar com a SPA's e outras do género; com as Editoras e com os intermediários.
    Já agora, podiam prender o Alberto João Jardim, o Paulo Portas, e todos os traidores desta pseudo-Pátria, com prisões para ricos e para pobres.
    já agora...

    ResponderEliminar