quinta-feira, novembro 08, 2007

José Mourinho apresentado como treinador das forças americanas no Iraque

Está desfeito o tabu. Terminada a aventura no Chelsea, José Mourinho troca o futebol por um conflito menos violento e acaba de ser anunciado como treinador das forças armadas americanas que ocupam militarmente o Iraque (ou “que zelam pela manutenção da paz, liberdade e democracia naquele oásis paradisíaco do Médio Oriente” de acordo com a versão oficial). O técnico português foi transportado de Londres para Washington a bordo do Air Force One e foi apresentado à imprensa americana pelo secretário da Defesa, Robert Gates que o referiu como sendo “a pessoa ideal para dar novo fôlego à bem-sucedida campanha de democratização da grande e livre nação iraquiana.” “The Special One” poderá não contar já com a fortuna de Roman Abramovich, mas tem ao seu dispor um arsenal bélico invejável, circulando o rumor de que terá pedido a transição do médio Frank Lampard da sua antiga equipa para os Marines. A notícia foi avançada pela correspondente da Antena 1 em Londres, a antiga namoradinha da cultura nacional, Anabela Mota Ribeiro, que, entre esgares de nojo, garantiu que “posso estar a falar de futebol agora, mas continuo a ser uma figura primeira da nossa intelectualidade.”

in Inépcia

Sem comentários:

Enviar um comentário