quinta-feira, julho 22, 2010

Grande filme, imaginar o Zé Borrego a correr serra a baixo até Lisboa com uma faca na mão.

O sucateiro de Carqueja, Torres Vedras, não é um assassino em série. Os três homicídios que lhe são atribuídos não reúnem o conjunto de características que, de acordo com os investigadores criminais, podem servir para o catalogar como um assassino em série. Para encontrar, em Portugal, alguém que corresponda à designação, é necessário recuar até ao final da década de 1960, altura em que o comerciante Zé Borrego desceu das serranias até Lisboa para, a mando de um poder divino, matar homossexuais, esquartejar os corpos e espalhá-los junto a linhas de água, onde finalmente seriam purificados.

artigo

2 comentários:

  1. Já não se fazem assassinos em série como dantes... :P

    ResponderEliminar
  2. Imagina o man em amsterdam com homosexuais e água por todo o lado.

    ResponderEliminar